Sukyo Mahikari São Paulo

Entidade espiritual com princípios alinhados à sustentabilidade buscou a Inovatech visando a certificação AQUA para o novo prédio na capital paulista e, ao seguir as recomendações, tornou-se a primeira a ter um templo religioso certificado no país


Templo Religioso

Certificações

Iluminação natural

No bairro da Saúde, em São Paulo, a Sukyo Mahikari do Brasil construiu um edifício sustentável e com certificação AQUA, conquistada em 2010, para abrigar o Centro de Desenvolvimento Espiritual Sukyo Mahikari ou Kunrensho. O projeto, do arquiteto Yoshihiro Chida, com execução da construtora Hoss, contou com a participação da Inovatech desde o início, que reforçou os aspectos relacionados à sustentabilidade, para garantir a alta qualidade ambiental do edifício.

São 2.300 m² de área construída, em três pavimentos, com escola, sala de oração, áreas com dormitórios e cozinha. A concepção do pátio interno, inspirada na arquitetura tradicional escolar paulista, valorizou a ventilação e a iluminação naturais.

No centro da edificação, o átrio envidraçado levou material laminado autolimpante, para reduzir custos de manutenção. Além de plantas, as janelas laterais do prédio receberam brises reguláveis de madeira, que ajudam a reduzir a carga térmica, diminuindo a necessidade de uso de ar-condicionado.

O sistema construtivo modular e de fácil montagem, com paredes de dry-wall, painéis pré-moldados e forros compostos por placas removíveis garante flexibilidade para modificações de layout, além de permitir expansões futuras ou desmontagem simples, se necessário.

Lâmpadas de LED nas áreas comuns conferem economia de energia, reforçada pelas placas termossolares que aquecem a água dos chuveiros.

O paisagismo dos jardins foi feito com espécies nativas da flora brasileira e da Mata Atlântica, buscando uma composição estética que gerou áreas de sombreamento no entorno.

Por ser um espaço para oração e reflexão, a acústica ganhou atenção especial, com a aplicação de materiais isolantes nas vedações e no forro, com elementos pré-fabricados.

Para garantir um canteiro de obras com baixo impacto ambiental, houve uma criteriosa organização, que facilitou a gestão de resíduos e possibilitou a valorização de cerca de 70% das sobras.

O sistema de aproveitamento de águas pluviais coleta a água de chuva da cobertura e a direciona para uma estação, onde passa por um tratamento físico-químico. As águas cinzas, utilizadas em banhos e lavatórios, também são submetidas à estação de tratamento e, depois, utilizadas na irrigação dos jardins e lavagem de pisos.

Na pia da cozinha e em um dos chuveiros foi instalado um sistema hidrônico em caráter experimental, da japonesa Daikin, que aproveita o calor gerado no sistema de ar-condicionado para aquecer a água.

O bom resultado da construção, de acordo com Luiz Henrique Ferreira, diretor da Inovatech, foi possível graças ao engajamento do cliente durante todo o processo. “O prédio da Sukyo Mahikari figura como um caso excepcional de comprometimento do cliente com os critérios de projeto, obra e uso que respeitam o meio ambiente e o entorno”.


< Voltar para CASES